Cidadão do Povo
Mauricio Dias


 
Um homem com problemas mentais foi preso neste domingo (26), em Jacobina, após ameaçar matar sua mulher por ela ter saído de casa para votar. De acordo com a Polícia Civil, Edvaldo Santos Moreira, 39 anos, havia proibido sua esposa de votar e a ameaçou de morte, caso a mesma viajasse do Assentamento Alagoinha para a sede do município para votar.
 
Segundo informações, Edvaldo havia batido na esposa antes dela sair para ir votar e afirmou que nunca seria preso, pois faz hemodiálise a cada dois dias e a Polícia não iria querer ter tanto trabalho de levá-lo para a clínica. Quando a mulher voltou para casa, vizinhos a informaram que o marido a esperava com uma foice para mata-la, depois de já ter dado cabo de um cachorro, o gato e dois passarinhos, além de ter quebrado a TV. A mulher então retornou para Jacobina, onde esteve na Polícia Civil e comunicou o fato. Edvaldo foi autuado em flagrante por crime ambiental, lei Maria da Penha e porte ilegal de arma, e está preso a disposição da justiça. Bahia Notícias - Foto: Reprodução

A decisão da Justiça da Itália sobre o pedido do governo brasileiro para que o ex-diretor de Marketing Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado no processo do mensalão, seja extraditado para Brasil, deve ser divulgada na tarde desta terça-feira (28), informou o advogado Michele Gentiloni, contratado pelo governo brasileiro para atuar no caso.

O julgamento do pedido é realizado na Corte de Apelações do Tribunal de Bolonha. Pizzolato, que está detido no presídio Sant’Anna di Modena, na cidade italiana de Modena, chegou por volta das 10h locais (7h de Brasília) ao tribunal, onde acompanha a audiência. Ele foi transferido em um veículo da Polícia Penitenciária. A sessão começou às 11h locais (8h de Brasília) e foi suspensa às 15h locais (12h de Brasília). Nesse horário, os juízes responsáveis entraram em uma sala reservada para adotar sua decisão.

Segundo Gentiloni, a sentença deve ser divulgada por volta das 17h (14h de Brasília). Questionado se Pizzolato permaneceria preso caso a Justiça italiana negue a extradição, o advogado afirmou que “depende do que dirá a sentença hoje”.

O julgamento do pedido teve início em 5 de junho, mas as juízas responsáveis pelo caso concederam na época um prazo para que a defesa de Pizzolato analisasse documentos apresentados pelo Ministério Público Federal sobre as condições dos presídios brasileiros.

O Ministério Público da Itália já se posicionou de forma favorável à extradição no primeiro semestre deste ano. Em maio, a Justiça do país europeu rejeitou o pedido da defesa para que ele pudesse aguardar em liberdade a decisão sobre o processo de extradição.

Leia mais...

Um acidente entre uma carreta e um ônibus de estudantes deixou ao menos 11 mortos em Ibitinga, cidade a 347 km de São Paulo, segundo a PRE (Polícia Rodoviária Estadual). Entre as vítimas, estão quatro adultos — duas diretoras e dois professores — e sete adolescentes. A 11ª vítima também seria do ônibus, mas foi localizada embaixo do caminhão e a PRE não soube informar se é um aluno ou um funcionário da escola. Outras 30 pessoas ficaram feridas no acidente. 

Ainda de acordo com a PRE de Itápolis, que atende Ibitinga, o acidente ocorreu por volta das 23h30 de segunda-feira (27) no km 368 da rodovia Deputado Leônidas Pacheco, que liga as cidades de Ibitinga e Borborema, na região de Itápolis. O caminhão carregava óleo vegetal e pegou fogo com a batida. O ônibus da Viação Jabotur ficou danificado.

Os adolescentes, com idades entre 13 e 17 anos, são da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, da cidade de Borborema. Ainda segundo a PRE, cerca de 35 adolescentes e cinco adultos voltavam de uma excursão na capital paulista. Os feridos, 16 graves e 14 leves, foram levados para as Santas Casas de Ibitinga e Borborema. Segundo informações da Prefeitura de Borborema, a diretora que morreu no acidente não era da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto. A vítima, que trabalhava em um colégio municipal, estava no ônibus acompanhando seus filhos gêmeos na viagem. A prefeitura não tem informações sobre o estado de saúde dos jovens.

Por volta das 7h desta terça-feira (28), a rodovia permanecia interditada, mas não havia congestionamento, segundo a PRE. Por volta das 9h, o tráfego fluía pelo acostamento no sistema Siga e Pare. Os veículos continuavam no local e era feita a limpeza do óleo vegetal da pista. Segundo fontes ouvidas, o acidente teria sido causado por um caminhão que invadiu a preferencial e bateu na lateral direita do ônibus. A Prefeitura de Borborema decretou luto oficial de três dias. Ainda de acordo com a prefeitura, as aulas nos colégios municipais foram suspensas. Os corpos das vítimas devem ser velados no Ginásio Esportes, localizado na Vila Cristina, em Borborema. Ainda não há data para a realização do velório coletivo. R7 - Foto: Rede Record/Reprodução

Quatro homens explodiram um caixa eletrônico dentro de uma agência bancária na Avenida Santos Dumont, a Estrada do Coco, em Lauro de Freitas. Segundo a Central de Polícia, o crime aconteceu por volta das 3h30, no Banco Itaú, que fica ao lado da loja de brinquedos BMart.

De acordo com a 52ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Lauro de Freitas), a agência foi inaugurada há cerca de dez dias. Os suspeitos usaram explosivos para violar os três caixas na área de autoatendimento, porém, apenas um foi destruído.

Segundo testemunhas, os bandidos fugiram em um carro no sentido Vila de Abrantes. O valor levado pelos bandidos ainda não foi divulgado. O local foi isolado e uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionada para fazer perícia. Correio - Foto: Juarez Soares/Reprodução

Suzane foi co-autora da morte dos pais, assassinados a facadas quando dormiam

Condenada a 38 anos e seis meses pela morte dos pais, Suzane Von Richthofen, de 30, se casou com a sequestradora Sandra Regina Gomes na penitenciária de Tremembé, em São Paulo, em setembro deste ano. A informação é da “Folha de São Paulo”. Segundo o site do jornal, depois da união, Suzane deixou a ala da evangélicas e agora está na ala das presas casadas. Sandra é ex-companheira de Elize Matsunaga, de 32, presa acusada de matar e esquartejar o marido, o empresário Marcos Matsunaga. As duas haviam se casado no início do ano.

Elize Matsunaga é assassina confessa do marido, o executivo da Yoki Marcos Matsunaga

O casamento na penitenciária, na verdade, é a assinatura de um documento de reconhecimento afetivo. É ele que garante que as presa convivam como um casal. Ainda de acordo com a “Folha”, Suzane, Sandra e Elize trabalham juntas na fábrica de roupas da prisão. Lá teria começado o envolvimento entre Suzane e Sandra - na época, ainda casada com Elize. Suzane já cumpriu 12 anos da pena e, nos últimos tempos, vem tentado mudar sua imagem. Tornou-se evangélica, diz querer se reaproximar do irmão, abriu mão de saídas da prisão, e, agora, está casada. Jornal Extra - Foto: Reprodução

O Irã executou por enforcamento a mulher que foi condenada pela morte do homem que a teria estuprado, segundo a agência oficial de notícias do país. A Anistia Internacional e outros grupos de direitos humanos haviam pedido ao Irã para suspender a execução, mas de acordo com a agência de notícias, Reyhaneh Jabbari foi enforcada hoje.

A Justiça iraniana rejeitou a alegação de tentativa de estupro, dizendo que as evidências mostram que houve premeditação na morte de Morteza Abdolali Sarbandi, um ex-agente de inteligência. De acordo com o tribunal, Jabbari, de 27 anos, esfaqueou Sarbandi nas costas em 2007, após ter comprado uma faca dois dias antes. O ferimento nas costas, destaca a corte iraniana, indica que o assassinato não foi por legítima defesa. Estadão Conteúdo - Foto: Reprodução/Fox News

Um grupo de pelo menos 10 homens armados explodiu duas agências, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica, na madrugada deste sábado (25), na cidade de São Gonçalo dos Campos, centro norte da Bahia a 114 km de Salvador.

Apenas um caixa eletrônico foi explodido na Caixa Econômica, mas a áre ficou completamente destruída. Esta é a terceira vez que a mesma agência do Banco do Brasil é explodida, que voltou a abrir após uma reforma em fevereiro deste ano.

Segundo a delegacia local, os homens furaram os pneus de quatro viaturas da Polícia Militar e, ainda, trancaram o portão da delegacia da Polícia Militar e Civil, atrasando os policiais para que fugissem.

Não foi informada a quantia levada e, até o momento, ninguém foi preso. Desde 2012, a cidade de São Gonçalo dos Campos é vítima de explosão de caixas eletrônicos, como do Banco Itaú, Banco Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Correio - Foto: Sandro Araújo/São Gonçalo Agora/Reprodução

O homem identificado como Martins da Conceição foi condenado à pena de 32 anos e seis meses de prisão, por estupro contra a própria filha,desde quando ela tinha menos de 14 anos. De acordo com a sentença, ele teria sete filhos com ela. Maria da Conceição Rodrigues, esposa de Martins, foi absolvida das acusações.

Conforme denúncia do Ministério Público, Martins abusou da filha com uso de violência física e psicológica e grave ameaça, de forma livre e consciente. A menina também teria sido sequestrada e submetida a cárcere privado, além de maus tratos. As mesmas condições foram impostas aos filhos-netos.

De acordo com o MP, os fatos só vieram a público por causa de uma denúncia anônima feita ao Conselho Tutelar de que na fazenda Ipanema, em Riachão, havia um pai que abusava sexualmente de sua própria filha há vários anos e, inclusive, com ela já teria sete filhos, o que foi imediatamente comunicado à autoridade policial.

A polícia e o conselho tutelar foram até o endereço da denúncia, que é distante, quase inacessível. No local, foi constatada a situação de extrema pobreza, com crianças privadas de saúde, educação, moradia e dos demais direitos necessários ao desenvolvimento. A vítima, mãe das crianças, também estava no local, além de sua mãe, também denunciada, Maria Rodrigues da Silva. Todos foram conduzidos até a delegacia de polícia.

Leia mais...

A população vai às urnas nesse domingo (26/10) para definir que será o novo Presidente da República. Os órgãos do Estado já começaram com os preparativos para as operações especiais para o dia da eleição.

Para garantir a segurança da população durante pleito eleitoral do segundo turno das eleições majoritárias, a Polícia Militar da Bahia usará aproximadamente 25 mil policiais, atuando desde a distribuição, guarda dos locais de totalização dos votos e escoltas de urnas durante a entrega. Os PMs também darão cobertura durante o recolhimento nas sessões eleitorais.

No domingo, dia da eleição, os PMs estarão com atenção voltada as sessões eleitorais existentes em todo território do Estado da Bahia. “o efetivo estará à disposição da população e dos prepostos da Justiça Eleitoral para intervir em quaisquer demandas com o objetivo de permitir um pleito tranquilo”, ratificou a coorporação, em nota.

No 1º turno, no dia 5 de outubro, foram registradas 80 ocorrências em todo o Estado, a expectativa agora é que, neste pleito eleitoral, o número seja menor. “A Polícia Militar espera que com apenas dois candidatos concorrendo ao 2º turno no Estado, as ocorrências de crimes eleitorais sejam menos expressivas em relação ao 1º turno”. Tribuna

As polícias Federal e Rodoviária Federal, em conjunto com a SRTE (Superintendência Regional do Trabalho e Emprego), resgataram 156 trabalhadores de situação de trabalho análogo ao de escravos nos municípios de Picos (a 314km de Teresina), Ilha Grande do Piauí (a 348km de Teresina) e Luís Correia (a 349km de Teresina), no Piauí. A ação ocorreu entre os dias 2 de setembro e 2 de outubro, mas só foi divulgada nesta sexta-feira (24). Três empresas envolvidas foram interditadas e multadas.

O grupo trabalhava na extração do pó da palha de carnaúba e vivia em situação degradante. Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, os trabalhadores não tinham acesso a água potável e matavam a sede com água obtida em buracos cavados em leitos de rios, que era armazenada em vasilhames reutilizados. Auditores fiscais informaram ainda que as refeições dos trabalhadores eram preparadas em buracos cavados no chão e que eles se alimentavam sentados no chão ou em troncos de árvores. Terra - Foto: Divulgação

O suspeito, que está preso em uma ala de segurança máxima no maior presídio de Goiás, diminuiu o número de vítimas de 39 para 29. Segundo a polícia, esta é uma estratégia das novas advogadas. A investigação apontou para mais um caso que não estava na lista: a morte de Rafael Carvalho Gonçalves, de 22 anos, assassinado em fevereiro do ano passado, com um tiro no peito. Essa morte é parecida com outras confessadas pelo suspeito. 

A polícia também descobriu que em um dos crimes confessados pelo vigilante, a vítima foi esfaqueada, mas sobreviveu. Os policiais também vão reforçar a investigação de outro caso fora do padrão do matador em série. O criminoso teria recebido dinheiro para matar um comerciante, a pedido da mulher do empresário.

Rocha está detido em um cela individual. Ele não pode ver ninguém, mas consegue ouvir e ser ouvido pelos colegas da ala de segurança máxima. Ao chegar lá, ele teria gritado que continuaria matando lá dentro. Mas ficou quieto quando foi ameaçado pelos outros detentos. Ele ainda vai passar por exames de sanidade mental, mas a polícia acredita que ele tenha consciência dos seus crimes. R7 - Foto: Reprodução/Rede Record

O candidato a soldado da Polícia Militar (PM) Egberto Oliveira de Jesus Filho, 31 anos, que morreu após passar mal no Teste de Aptidão Física (TAF) da corporação, apresentava quadro de desidratação e arritmia cardíaca quando foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Roma.

O candidato a soldado, que também era cobrador de ônibus e estudante de História da Ufba, desmaiou durante o teste e morreu algumas horas depois. No eletrocardiograma do candidato a soldado — um dos exames médicos exigidos pela PM para participação no TAF — foi identificado que Egberto tinha um bloqueio em parte do sistema elétrico do coração.

Segundo o cardiologista Fábio Vilas-Boas, a alteração não é um empecilho à realização de exercícios físicos, mas pode ser um indício de problemas mais graves. “Não é normal que uma pessoa jovem tenha isso. O médico tem que investigar. Na Bahia, por exemplo, tem muitos casos em que essa alteração é um indicador de doença de Chagas”.

Por conta do bloqueio, o cobrador chegou a imaginar que seria desqualificado no exame médico-odontológico da PM, realizado para comprovar que os concorrentes estão aptos a participar do TAF. “Ele estava preocupado com esse bloqueio, mas disse assim: ‘o médico malmente olhou e me liberou’”, contou a irmã do cobrador Evânia dos Santos à TV Bahia.

Leia mais...

Um micro-ônibus que transportava estudantes universitários bateu de frente com uma caminhonete na BR-101, por volta das 23h30, próximo a  Eunápolis (a 641 quilômetros de Salvador). O acidente deixou uma estudante morta, outros três alunos gravemente feridos e mais de 10 com escoriações, conforme informações da Polícia Rodoviária Federal.

O site Radar 64 informa também que o micro-ônibus transportava 17  universitários de Eunápolis para o município de Salto da Divisa, em Minas Gerais. A colisão fez com que a caminhonete da empresa Engelmig capotasse. Pedaços da cobertura de sua carroceria foram jogados a vários metros de distância. A polícia  apura o que teria levado a caminhonete a invadir a contramão e atingir a parte frontal do coletivo. A Tarde - Foto: Reprodução/Site Radar 64

Uma criança de 8 anos é suspeita de passar mais de 5 mil trotes telefônicos na central de atendimento de ocorrências da Polícia Militar, em Botucatu (SP). De acordo com informações da PM, em cinco meses foram registradas 5.657 ligações de um celular que foi apreendido com a menina na terça-feira (21).

A polícia já monitorava o número do celular que constantemente fazia ligações ao Centro de Operações da Polícia. “Na terça-feira, uma atendente segurou a menina na linha até que uma viatura chegasse ao local. Ela foi encontrada na Praça da Juventude, local de onde passava os trotes”, informou o sargento da PM Adriano Arruda.

Menina foi levada à Delegacia da Mulher em Botucatu

Conforme as investigações, a menina solicitava viaturas da polícia para atender ocorrências falsas, como informação de furtos e pedidos de socorro. “Ela ligava e pedia ajuda. Esse tipo de ocorrência é muito complicada porque os carros que estão mobilizados poderiam estar atendendo situações graves”, ressalta o sargento. A criança, acompanhada da avó, foi encaminhada para a Delegacia de Defesa da Mulher de Botucatu, onde foi ouvida e liberada. Globo.com

O homem acusado de atear fogo e matar o empresário Manoel Carlos Santana, 61 anos, se apresentou e confessou o homicídio à Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (22). No entanto, Gerônimo Navarro da Silva Filho, 29 anos, não pode ser preso até a próxima terça-feira (28), por conta da Lei Eleitoral que impede prisões preventivas ou temporadas na época das eleições.

De acordo com o delegado João Uzzum, da delegacia de homicídios de Feira de Santana, Gerônimo se apresentou com dois advogados e foi interrogado por cerca de duas horas. O criminoso explicou que algemou as mãos e as pernas de Manoel antes de jogar álcool e atear fogo na vítima no último domingo (19). O empresário ainda conseguiu se levantar e pedir socorro na rua. Testemunhas filmaram o momento em que o fogo era apagado do corpo.

O acusado também explicou que cometeu o crime por vingança. Ele morava com a mãe em uma casa no bairro de Feira IX, mas uma decisão judicial o obrigou a deixar o local. "O imóvel foi comprado há cerca de 20 anos pela companheira de Manoel, Vera Lúcia Falcão Paim, e não poderia ser vendido, mas desde então várias pessoas passaram por ele através de contratos particulares de venda e compra", explica Uzzum.

Gerônimo e a mãe dele moravam na casa da companheira de Manoel desde 2006, mas uma empresa no nome de Vera Lúcia veio à falência e em decorrência de dívidas trabalhistas o imóvel foi leiloado há cerca de um mês. "Em 2013 souberam que a casa estava em processo de penhora e ainda tentaram evitar isso, mas não conseguiram", disse o delegado de Feira de Santana.

Em uma tentativa de se vingar de Vera Lúcia, Gerônimo foi ao comércio de Manoel com as algemas de plástico e o álcool, mas como não encontrou a mulher ele cometeu o crime contra o empresário. Em depoimento, o criminoso disse que foi o único participante do crime, mas a Polícia Civil analisou câmeras de segurança de locais próximos e confirma que uma segunda pessoa estava envolvida.

Prisão

Após prestar depoimento, Gerônimo foi liberado da delegacia. Ele não podia ser preso por força da Lei Eleitoral que permite apenas prisões em flagrante no período entre esta terça-feira (21) até 48h depois do processo eleitoral, que acontece no domingo (26).

A partir da próxima quarta-feira (29), o delegado João Uzzum aguarda que um mandado de prisão preventiva seja emitido para que a Polícia Civil faça a prisão. Até lá, a polícia não pode monitorar a localização de Gerônimo. Correio da Bahia - Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Familiares e amigos de Daniel de Andrade Rolemberg Batista, 32 anos, fazem uma campanha por conta de seu desaparecimento, desde o dia 29 de agosto. Daniel é funcionário da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), em Petrolina, e não retornou após sair de casa para vender um carro.

Conhecido por Daniel expresso do leite ou Daniel do leite, nascido em Juazeiro, no norte baiano, é casado. A família informa que a polícia investiga o caso, mas pede ajuda por conta “o sofrimento que há mais de um mês atormenta a todos”, principalmente de sua esposa, que está grávida. Qualquer informação sobre o paradeiro de Daniel pode ser repassada pelo telefone: (74) 8103-6562.

Uma mulher identificada como Vanuza Nascimento da Silva, de 25 anos, é suspeita de ter degolado a filha, de quatro anos, na cidade de Lábrea, distante 851 km de Manaus (AM), na terça-feira (21). Segundo a polícia, ela tentou suicídio em seguida, mas sobreviveu.

De acordo com o delegado Bruno Hitotuzi, familiares disseram que a jovem tem problemas psicológicos e havia dito na segunda-feira (20) que tinha a intenção de matar a criança. Ela chegou a receber atendimento psiquiátrico da prefeitura, mas voltou para casa com a filha. 

Um tio que mora perto das duas notou que a sobrinha não saía de casa. Ele entrou na residência e encontrou o corpo da criança sobre a cama e Vanuza ainda com vida com os pulsos cortados. Ela foi encaminhada ao hospital, onde passou por atendimento e assim que receber alta será levada ao presídio.

O delegado disse que Vanuza morava com um namorado, mas que ele estava viajando no momento do crime. Ele informou que a jovem tem hematomas no corpo que indicam agressões e que será investigada a participação de uma terceira pessoa na morte da menina. R7 - Foto: Reprodução Facebook

Policiais federais suspenderam a paralisação prevista para iniciar hoje (22) em protesto contra a Medida Provisória 657, que estabelece benefícios para os delegados. Na terça-feira (21), agentes do Rio, Brasília e Minas Gerais, realizaram atos para anunciar a paralisação de 72 horas que iria durar até a próxima sexta-feira (24). No Rio, cerca de 100 policiais fizeram uma manifestação no centro da capital fluminense, antes da reunião com o governo federal. 

A greve foi suspensa pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), após reunião com o ministro interino da Casa Civil, Valdir Simão, e o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, que se comprometeram a solucionar a crise que se arrasta há anos na Polícia Federal.

Para o presidente do Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal no Estado do Rio de Janeiro (SSDPF/RJ), André Vaz de Mello, "a Fenapef entendeu mais uma vez que é preciso dar um voto de confiança ao governo. Vamos acompanhar os desdobramentos para avaliar o melhor a fazer não só para a categoria, como para a população que, como nós, precisa e merece a reestruturação da segurança pública já", relatou.

De acordo com o sindicato, para os escrivães e papiloscopistas e para os peritos criminais, que também estiveram presentes no ato, a medida provisória é um retrocesso na estrutura da Polícia Federal e mais uma ameaça à reestruturação da segurança pública, uma das principais bandeiras de luta dos agentes federais. Agência Brasil

O atacante Robinho, do Santos, está sendo investigado na Itália por suposto envolvimento em um caso de estupro coletivo que aconteceu em janeiro de 2013, quando ele estava no Milan. A informação foi publicada no jornal italiano Corriere della Sera nesta quarta-feira (22). De acordo com o jornal, o promotor Stefano Ammendola chegou a pedir a prisão do atacante, mas a juíza Alessandra Simion negou o pedido por achar que ainda não há evidências suficientes.

Além disso, Robinho não possui antecedentes criminais e, por estar vivendo no Brasil, não está atrapalhando as investigações da polícia italiana. Segundo o Corriere della Sera, uma jovem brasileira de 18 anos contou à polícia que conheceu o jogador em um restaurante de Milão. Robinho estaria com a sua mulher e mais cinco amigos. Na mesma noite, após deixar a esposa em casa, ele teria voltado ao local e o grupo teria forçado a mulher a ter relações sexuais. 

Em 2009, Robinho enfrentou acusações parecidas. Ele jogava no Manchester City, da Inglaterra, e uma estudante inglesa de 18 anos alegou ter sido abusada sexualmente pelo brasileiro em uma boate na cidade de Leeds. A polícia da Inglaterra, porém, inocentou o jogador e arquivou o caso. iBahia - Foto: Divulgação/Santos FC

Por volta das 17h10 desta segunda-feira, 20, um rapaz que passava de bicicleta pela Avenida Centenário, imediações do núcleo educacional do IFBA, foi surpreendido com uma forte pancada na cabeça que o levou desacordado ao chão, cena que foi presenciada por uma transeunte que igualmente se deslocava próximo ao local onde tudo aconteceu. "Foi tudo muito rápido, mas vi um homem que pilotava uma moto se aproximar do rapaz que estava na bicicleta e bater fortemente o capacete contra a cabeça dele; dai o rapaz já caiu desmaiado, em seguida o agressor fugiu", disse a testemunha.

Segundo o radialista Rui Silva, noticiarista da Rádio Jaraguar AM, que passava pelo local instantes depois da ocorrência dos fatos, a vítima foi identificada apenas como Jéferson, idade aproximada de 20 anos, moreno claro e de forte compleição. Ainda de acordo com Rui Silva, o SAMU foi acionado e 20 minutos depois realizava o atendimento, transferindo o rapaz para a unidade de emergência do HATS- Hospital Antônio Teixeira Sobrinho. Jéferson foi levado inconsciente para o hospital, enquanto o autor da tentativa de homicídio tomou rumo ignorado. Há um mês, neste mesmo local, o casal Matheus e Alana passava de moto quando foi propositadamente atingido por outro motociclista, que chutou o guidão da moto, levando a dupla ao chão. Apesar do susto, o casal sofreu apenas escoriações leves.  

Cidadão do Povo - Foto: Divulgação

Abreu
Cafe beira rio