Cidadão do Povo
Mauricio Dias

Os dois homens que morreram em confronto com a polícia após assassinarem um barbeiro ontem na cidade de Piritiba, foram identificados pela polícia. Inicialmente apenas um tinha sido identificado, sendo Domingos Araujo das Neves, 32 anos, natural da cidade de Serrolândia.

O segundo elemento permaneceu sem identificação até o início da noite, quando parentes compareceram com seus documentos no Complexo de Polícia de Jacobina. Trata-se de Edmilson Bispo dos Santos, de 37 anos, natural da Cidade de Mundo Novo.

Os dois morreram em confronto com a polícia durante a fuga após o crime ao se depararem com uma viatura da cidade de Várzea do poço próximo a Comunidade de Cigana. Participaram do cerco viaturas da cidades de Piritiba, Várzea do Poço e Serrolândia. A polícia agora investiga qual teria sido a motivação deste crime, e se houve mandantes.

A vítima, Jairo Erondino Pereira, de 45 anos, segundo populares era uma pessoa tranquila e aparentemente não tinha inimigos. Há possibilidade do crime ter motivações passionais. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Bahia Acontece

A Polícia Federal abriu um inquérito sigiloso para investigar se o doleiro Alberto Youssef, um dos pivôs do escândalo do petrolão, fumou maconha na carceragem da Superintendência da PF em Curitiba (PR), onde está preso. A informação foi publicada no site do jornal Estadão. Dois agentes penitenciários relataram ao Ministério Público que, no dia 30 de julho de 2014, sentiram cheiro de maconha queimada no setor de custódia da PF. Naquele momento, Youssef e o advogado Carlos Alberto Pereira da Costa, apontado como seu laranja no esquema, estavam em período de banho de sol e podiam circular nos corredores, celas, banheiros e solário do cárcere.

Ao se aproximarem do local de origem do odor, a cela de número 2, os agentes escutaram o barulho de uma descarga sendo acionada no banheiro. Eles entraram na cela para tentar o flagrante, mas só encontraram dentro Youssef e Costa. O comparsa do doleiro se tornou o principal suspeito de ter obtido a droga – por ser advogado, ele recebe visitas com frequência. Questionado pelo delegado Ivan Ziolkowski, Costa alegou que eles haviam fumado um cigarro artesanal: chá de hortelã enrolado na folha de uma Bíblia.

A fim de provar sua versão, Costa preparou outro fumo na frente do delegado, mas o cigarro aceso exalava fumaça com cheiro diferente do sentido pelos carcereiros. A PF então fez buscas na cela com cães farejadores, mas não encontrou vestígios de maconha. Sem evidências da droga até o dia 15 de janeiro, tanto a PF quanto o Ministério Público optaram por arquivar a investigação. Veja/Abril

O Estado Islâmico ganha destaque novamente por sua truculência. Um homem teria sido vendado e atirado do alto de um prédio de sete andares, na Síria, por “ser gay”. Ele teria sobrevivido à queda, mas foi apedrejado até a morte por pessoas que assistiam à barbárie.

Militantes do EI, com os rostos cobertos, aparecem levando a vítima até a beira da torre para jogá-lo. Outro filma a ação com o celular. As imagens teriam sido feitas em Tal Abyad, na cidade de Raqqa.



O homem foi punido por supostamente ter um “caso homossexual”. De acordo com o Observatório Sírio para Direitos Humanos, com sede em Londres, a vítima foi jogada do prédio antes de ser espancada até a morte.



Ainda vivo após a queda, o homem foi obrigado a ouvir uma espécie de julgamento, condenando sua sexualidade. Um militante lê em voz alta e afirma que ele deve ser jogado do ponto mais alto da cidade como punição.  Em seguida, uma multidão se junta, formando um círculo, prontos para apedrejá-lo. Em janeiro, dois homens foram jogados de um prédio, e outros dois foram crucificados na frente de uma multidão, como parte de uma “punição brutal por ser gay”. R7 - Foto: Reprodução/Daily Mail

A Polícia Civil de Abaeté investiga um roubo em um sítio na última sexta-feira (30) na zona rural de Paineiras, no Centro-Oeste de Minas Gerais. Segundo a Polícia Militar (PM), dois homens encapuzados e armados entraram na residência pedindo R$ 120 mil em dinheiro para um casal de 58 e 52 anos. Durante a ação os suspeitos amarraram, bateram e torturaram as vítimas. Em seguida atiraram no homem e obrigaram a mulher a ingerir o sangue do marido.

De acordo com a PM, o homem foi alvejado no maxilar esquerdo e a bala ficou alojada na nuca da vítima, que não reagiu ao assalto. Os suspeitos reviraram a casa a roubaram um cheque no valor de R$ 2.000,00, R$ 1.500,00 em dinheiro, um celular e após fugiram. A PM informou que durante a ação a dupla falava que sabia que a vítima tinha vendido uma casa e que queria o dinheiro da venda para comprar drogas.

Leia mais...

Um comerciante, conhecido como Jairo Barbeiro, dono de um salão de beleza, foi executado por volta das 10 horas da manhã desta segunda-feira (2) na cidade de Piritiba. A vítima teria sido abatida com três tiros na cabeça. Os acusados, segundo informações ainda não confirmadas, teriam sido perseguidos e mortos ao trocar tiros com a polícia. Notícia Livre

Bandidos explodiram na madrugada desta segunda-feira (2), um caixa eletrônico na cidade de São Miguel das Matas, no centro sul da Bahia, de acordo com informações da polícia. Os criminosos chegaram em um carro modelo Vectra, de cor preta, que foi abandonado pelos assaltantes. Na fuga, eles usaram uma ambulância do município. A quantia levada é desconhecida pela polícia. Guarnições da Polícia Militar, no comando dos sargentos Gonzales e Ziomar fizeram buscas pela região, mas até o momento ninguém foi preso. Bocão News

A ação do tráfico de drogas no Brasil já não se restringe ao Centro-Oeste e ao Sudeste do País. Nos últimos meses, a Polícia Federal (PF) brasileira entrou em sinal de alerta para desmantelar uma rota que utiliza o Nordeste como principal corredor para o transporte de drogas rumo à África.

O destino dos entorpecentes, vindos da Colômbia e da Bolívia, é Cabo Verde, país situado em arquipélago no oeste africano cuja capital é Cidade de Praia. De lá, praticamente toda a droga que chega é levada para a Europa.

Desde que um voo direto foi inaugurado, ligando Fortaleza à Cidade de Praia, segundo a PF, no fim de 2013, a ação dos traficantes se intensificou na região. A vigilância no Aeroporto Internacional Pinto Martins foi intensificada, tanto no setor de passageiros quanto no de cargas.

 O  delegado Janderlyer Gomes de Lima, chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal no Ceará, afirmou ao R7 que nos últimos anos o país africano se tornou uma rota natural a partir do Nordeste. Ele destacou que os traficantes pertencem à chamada Máfia Nigeriana, cuja estrutura, ramificada, é muito difícil de desmantelar. Só no ano passado, ele disse que mais de dez pessoas foram presas.

Leia mais...

Um policial civil de 52 anos foi morto a tiros na noite deste domingo (1º) na porta de casa, em Feira de Santana, que fica a 107 quilômetros de Salvador. Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o crime aconteceu por volta das 21h, no bairro Chácara São Cosme.

Ivonilton Nascimento Marques estava sentado na porta de casa quando foi surpreendido por dois homens em uma moto. Eles dispararam diversas vezes na direção do policial, que foi atingido na cabeça. Ivonilton não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime. Os suspeitos fugiram.

Em nota, a SSP-BA informou que antes do crime, Ivonilton havia discutido com um traficante da região. O policial era lotado na cidade de Irecê e estava de folga no momento do crime. O corpo dele foi removido por agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) e encaminhado para o Instituto Médico Legal de Feira de Santana.

O caso está sendo investigado pelo delgado André Ribeiro. Ainda em nota, a SSP-BA informou que montará esquema para identificar e prender os autores do crime. "A Secretaria de Segurança determinou total empenho no sentido de elucidar o crime o mais rapidamente possível destacando que fatos desta natureza são inaceitáveis", diz nota. Correio - Foto: Reprodução/Acorda Cidade

Militantes do Estado Islâmico disseram ter decapitado um segundo refém japonês, o jornalista Kenji Goto, o que levou o primeiro-ministro Shinzo Abe a prometer um reforço à ajuda humanitária para os adversários do grupo no Oriente Médio e a ajudar a trazer seus assassinos à justiça.

"Eu sinto intensa indignação perante este ato absolutamente cruel e desprezível de terrorismo", disse Abe com uma expressão sombria em uma reunião de emergência do gabinete na manhã de domingo, pouco depois de ter surgido um vídeo pretendendo mostrar a decapitação de Goto, após o fracasso dos esforços internacionais para garantir a sua libertação através de uma troca de prisioneiros.

O grupo islâmico linha-dura, que controla grande parte da Síria e do Iraque, divulgou o vídeo que mostra um homem encapuzado que está sobre Goto com uma faca em sua garganta, seguido de cenas de uma cabeça colocada na parte de trás de um corpo humano. O ministro da Defesa japonês Gen Nakatani disse que o vídeo parecia ser verdadeiro.

"Eu nunca vou perdoar esses terroristas", disse Abe. "O Japão vai trabalhar com a comunidade internacional para levar os responsáveis por este crime à justiça. O Japão nunca vai ceder ao terrorismo".

Quando o Estado Islâmico ameaçou Goto, 47, e Yukawa, 42, pela primeira vez, há duas semanas, o grupo justificou a sua atitude citando a promessa de Abe de 200 milhões de dólares em ajuda para os países que enfrentam o grupo militante. Mas, em uma demonstração de desafio, Abe neste domingo prometeu aumentar ajuda em alimentos, medicamentos e outra ajuda humanitária para o Oriente Médio.

O Estado Islâmico havia dito que Goto foi preso com um piloto da Jordânia. Os esforços para conseguir sua libertação se concentraram sobre a possível libertação em troca de um suposto homem-bomba iraquiano preso na Jordânia há 10 anos. O vídeo não mencionou o piloto.

O presidente dos Estados Unidos Barack Obama disse que seu país condenou o "assassinato hediondo" e que iria continuar a trabalhar com os aliados para destruir o grupo islâmico linha-dura. Grã-Bretanha e França também condenaram o assassinato.

Dirigindo-se Abe, o militante no vídeo disse: "Por causa de sua decisão imprudente de participar de uma guerra impossível de vencer, esta faca não irá abater apenas Kenji, mas também vai continuar a causar carnificina onde quer que seus povos sejam encontrados. Então, deixe o pesadelo para o Japão começar." Agência Reuters

Um casal foi preso em Feira de Santana, a 109 km de Salvador, acusado de comprar um bebê de oito dias de vida. O menino nasceu em Fortaleza, de onde é sua família. Hailton Cerqueira Chagas, 39 anos, e a mulher, Nocília de Souza Rocha, 40 anos, foram até a cidade e voltaram com a criança. Os dois responderão por adoção ilegal.

Segundo informações da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), a informação chegou depois da denúncia. A avó biológica da criança está em Feira de Santana e será ouvida. A Polícia Federal também se envolveu na operação e a mãe da criança deve ser ouvida em Fortaleza, mas ainda não há informação sobre ela.

Em depoimento, Hailton e a mulher disseram que souberam através de conhecidos que havia uma mulher grávida que estava disposta a abrir mão do filho e negociaram para comprar o garoto e criá-lo. Apesar do depoimento, a polícia duvida da versão e acredita que eles fazem parte de uma rede de tráfico humano. A participação dos dois em uma quadrilha está sendo investigada. Inicialmente os dois negaram a compra e disseram que acharam o bebê na porta de casa, no Conjunto Feira IV.

O valor da negociação teria sido de R$ 5 mil, mas nenhum dos dois quis dizer no depoimento quanto pagou pelo menino. A criança está em um hospital da cidade e depois será encaminhada ao Conselho Tutelar. Os dois presos foram autuados por adoção ilegal, podem ficar até seis anos presos e serão encaminhados ao presídio de Feira de Santana. Correio - Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Uma grávida, que prefere não se identificar, denunciou o abuso sexual sofrido durante um exame de ultrassom num laboratório da zona norte do Rio. O caso aconteceu na última quinta-feira (28). A vítima contou que estranhou o comportamento do profissional já no início do atendimento.

— Fiz uma pergunta e ele não respondeu. Em seguida, ele tocou no meu peito. Ele foi direto no peito e não encostou na minha barriga. Dei um pulo da maca e corri da sala. Assustada, a gestante levou o caso para a coordenadora do laboratório. Segundo a vítima, nada foi feito.

A grávida registrou uma ocorrência na Delegacia de Madureira (29ª DP). De acordo com o delegado Julio Cesar Phyrro, o suspeito ainda não foi localizado. Ele vai solicitar uma lista com nome de outras pacientes atendidas pelo profissional para investigar se casos como esse já ocorreram anteriormente.

Assista ao vídeo:

* Com informações do Portal R7

Os cantores Mr Galiza e Robyssão rivalizam no "pagofunk" baiano

Às vésperas da folia, quando são lançados os hits que vão estourar no Carnaval, os soteropolitanos assistem ao desenrolar de uma trama polêmica envolvendo o pagodeiro Robyssão e o Grupo Gay da Bahia (GGB). O imbróglio é por conta da música "Quem Banca é o Viado", em que a letra insinua que um rapaz da periferia que recebe presentes de outro homem em troca de favores sexuais.
 
O tom irônico gerou repúdio da militância, que elaborou uma notícia-crime no Ministério Público (MP-BA) contra o cantor, pedindo que o órgão instaure procedimentos para apurar a composição. "Consideramos que a música incita o preconceito contra um segmento em especial e a outros grupos sociais por analogia. Incita um patrulhamento aos LGBT, associado a certa criminalidade nos relacionamentos, desqualificando e desconsiderando a possibilidade do afeto entre as pessoas", diz a denúncia.
 
Além de acionar judicialmente o artista, a entidade lançou um desafio inédito: ofereceu R$ 1.000 para quem compusesse uma resposta à altura da provocação. A canção vencedora foi "Mais Amor Por Favor", da professora Salete Maria. Em tom de protesto, a melodia fala de respeito e diversidade, e ganhou arranjos e voz do baiano Mr. Galiza, considerado concorrente de Robyssão no segmento do "pagofunk".

Leia mais...

Marcelo Camamori, preso em Londrina suspeito de favorecimento e exploração sexual de menores, foi exonerado do cargo de assessor da governadoria do Paraná. O decreto da exoneração está publicado na edição desta sexta-feira (30) do Diário Oficial do Paraná.  De acordo com o governo estadual, Caramori foi exonerado logo depois da prisão.

Caramori foi preso nesta quinta-feira 29, preventivamente, segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR). Segundo a promotora da 6ª Vara Criminal de Londrina Caroline Esteves, responsável pela investigação, o acusado aliciava adolescentes com idade entre 14 e 18 anos.

De acordo com o governo estadual, Marcelo Caramori era servidor público e exercia a função de fotógrafo, em Londrina. O advogado de Caramori, Leonardo Vianna, disse que ainda não teve acesso ao processo e que, por isso, não se pronunciaria sobre quais medidas serão tomadas. Ele reiterou que não há como comprovar os crimes, por ora. As informações são do site Bem Paraná - Foto: Reprodução

O governo da Indonésia revelou ter colocado em andamento um plano para executar outros 11 presos no corredor da morte do país, informa o jornal “Jakarta Post”. Segundo a imprensa indonésia, o brasileiro Rodrigo Gularte, de 42 anos, condenado por tráfico de drogas, estaria na lista. As autoridades locais não divulgaram a lista com os nomes dos presos que serão executados.

Gularte, de 42 anos, foi condenado à pena máxima em 2005 por ingressar na Indonésia com seis quilos de cocaína escondidos em pranchas de surf. O procurador-geral do país, Muhammad Prasetyo, disse a uma comissão do Parlamento na quarta-feira (28) que seu escritório está trabalhando com possíveis datas e também locais para que as penas sejam cumpridas.



Prasetyo apenas informou que as execuções devem ocorrer na ilha isolada de Nusakambangan, considerada um “local ideal”, devido a medidas de segurança.  Após a reunião, ele disse à imprensa local que a execução deve incluir também dois australianos no corredor da morte. Segundo o “Jakarta Post”, as execuções devem ser realizadas no mês de fevereiro. A procuradoria-geral, entretanto, não deu nenhuma indicação sobre a data do cumprimento das penas. G1

Uma quadrilha armada e com homens encapuzados atacaram uma agência bancária na cidade de Iramaia, na região da Chapada Diamantina, na manhã desta quinta-feira (29/01). De acordo com a delegacia da cidade, quatro funcionários, entre eles o gerente e o segurança, foram feitos reféns e colocados no carro, mas soltos após fuga dos criminosos.

O crime aconteceu na unidade situada na Praça Feliciano Augusto de Souza logo após a saída do carro-forte. Os bandidos, que portavam arma de cano longo do tipo fuzil, dispararam diversos tiros na chegada ao local, mas ninguém ficou ferido. Até o momento, ninguém foi preso. Segundo a polícia, eles fugiram em um carro com sentido ao povoado de Novo Acre. Depois de cerca de 6 km, eles atearam fogo no veículo e tomaram de assalto outro carro que transportava carga de bananas. Equipes de policiais fazem buscas na região. Informações do G1.

Os servidores penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb) anunciaram que vão paralisar as suas atividades a partir das 7h desta sexta-feira (30). O motivo seria por conta de um compromisso firmado com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap) que supostamente não foi honrado. A categoria emendará uma Assembleia Geral que terá como pauta a convocação de 2014 e nomeação de todos os candidatos aprovados no concurso de 2010. “Além do não cumprimento do compromisso firmado, os representantes da SEAP e SAEB (Secretaria da Administração do Estado da Bahia) não respondem as solicitações de reunião do sindicato para resolver as pendências da pauta de reivindicações do mesmo”, alertou o grupo, por meio de nota. BN

A Indonésia está pronta para executar sete estrangeiros que estão no corredor da morte, após rejeitar os pedidos de clemência, apesar das críticas por parte da comunidade internacional. As autoridades já haviam informado que dois australianos condenados por tráfico de drogas tiveram os pedidos de clemência negados pelo presidente indonésio, Joko Widodo. Eles devem enfrentar, em breve, o pelotão de fuzilamento.

O porta-voz do gabinete da Procuradoria-Geral, Tony Spontana revelou que também foram recentemente negados os pedidos de clemência de mais cinco estrangeiros, incluindo um brasileiro e um francês, também condenados por tráfico de drogas. No corredor da morte, estão, na mesma situação, mais quatro cidadãos indonésios.

“O gabinete do procurador-geral tem 11 condenados no corredor da morte prontos para serem executados”, disse, na noite de quarta-feira (28), Tony Spontana, indicando que ainda não foi tomada uma decisão sobre o dia e o local das execuções.

A Indonésia matou, no início do mês, seis condenados por crimes relacionados com drogas, incluindo cinco estrangeiros, numa ação que causou o repúdio do Brasil e da Holanda – cujos cidadãos figuraram entre os executados –, levando os respectivos governos a chamar seus embaixadores para consultas.

No dia 17 de janeiro, o carioca Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, foi fuzilado na Indonésia por tráfico de drogas. Ele foi o primeiro brasileiro executado por crime no exterior. Outro brasileiro, Rodrigo Gularte, de 42 anos, também está no corredor da morte na Indonésia. Agência Brasil

Um homem foi detido pela Guarda Municipal de Jacobina após invadir uma Igreja Matriz nesta terça-feira (27). De acordo com o órgão, ele entrou no tempo e ameaçou os fiéis e se trancou no banheiro.
 
Conforme informações da Guarda Municipal, o homem de 57 anos sofre de transtornos mentais. "Quando ele entrou na igreja, começou a ameaçar as pessoas, dizendo que ia atirar, mas estava sem nada na mão. Era loucura mesmo", disse o comandante da Guarda Municipal, Jailson Dias. Após se trancar no banheiro, o homem foi retirado do local por uma equipe do órgão e levado para o Hospital Antônio Teixeira, onde foi medicado e liberado no mesmo dia. Foto: Bahia Acontece

Jovem conhecido como "Vida Louca" estava algemado na delegacia

Um dos suspeitos presos de assaltar a casa do ex-governador César Borges fugiu na manhã desta quarta-feira, 28, da 19ª Delegacia Territorial (DT), em Itaparica. Segundo informações da polícia, Jean Pinto Borges, conhecido como "Vida Louca", estava preso por uma algema a um corrimão quando conseguiu escapar. A polícia realizou buscas na região mas, até o momento, não conseguiu localizar o criminoso.

A casa de César Borges, localizada no Condomínio Água Viva, foi alvo de assaltantes no último domingo, 25. Cinco homens encapuzados invadiram o local, enquanto um comparsa vigiava o entorno da residência, e roubaram pertences dos famíliares do ex-governador, como celulares, relógios e dinheiro.

Nesta terça-feira, 27, a polícia prendeu o quarto suspeito do crime, Reginaldo Araújo dos Santos, de 34 anos, capturado na localidade do Mucambo. Outros dois homens já haviam sido detidos e um adolescente apreendido. A Tarde - Foto: Marco Aurélio Martins

A Polícia Federal desarticulou um grupo criminoso que fraudava requerimentos de seguro-desemprego na região do Vale do São Francisco. A investigação foi iniciada na última quarta-feira (21). O grupo agia, principalmente, nas cidades de Juazeiro e Petrolina.

A investigação foi iniciada quando três pessoas foram presas em flagrante, ao apresentarem, no Ministério do Trabalho em Juazeiro, requerimentos de seguro desemprego com vínculos empregatícios falsos inseridos nas Carteiras de Trabalho.

Após as apurações iniciais, verificou-se que o contador, identificado apenas pelas iniciais M.V.M., inseria informações falsas nas carteiras profissionais, registrando vínculos empregatícios fictícios. Em seguida, era promovido o recolhimento de valores de FGTS para que o suposto vínculo trabalhista ficasse registrado nos sistemas do Ministério do Trabalho.

Por fim, era realizada também a atualização de dados perante o INSS, para que os vínculos falsos ficassem devidamente registrados perante a Previdência Social, viabilizando assim o recebimento das parcelas do seguro desemprego.

Após as apurações iniciais, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão no município de Petrolina, em Pernambuco, sendo um no escritório de contabilidade do suspeito M.V.M e outro na residência de um outro homem, que auxiliava o contador. Foram apreendidos diversos requerimentos de seguro desemprego, Carteiras de Trabalho, carimbos de diversas empresas, entre outros documentos utilizados para prática das fraudes.

Cada requerimento de seguro desemprego falso apresentado no Ministério do Trabalho gerava, em média, um prejuízo no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais, equivalentes a quatro parcelas de R$ 1.000,00). Os envolvidos foram indiciados pela prática de estelionato qualificado, falsificação de documento público e falsificação de documento particular. Os indivíduos presos estão à disposição da Justiça Federal em Juazeiro. Correio - Foto: Divulgação/Polícia Federal

Cafe beira rio
Abreu