Cidadão do Povo
Mauricio Dias

A Polícia Federal cumpre, nesta sexta-feira (21), 27 mandados de condução coercitiva para localizar envolvidos no suposto esquema de desvio de verbas públicas e direcionamento de licitações no governo de Rondônia, revelado na Operação Plateias. As buscas são realizadas em sete estados, no Distrito Federal e na Espanha. Segundo as investigações da operação, iniciada na quinta-feira (20), uma organização criminosa, formada por lobistas e agentes públicos, teria desviado mais de R$ 57 milhões, em contratos que chegam a quase R$ 300 milhões.

Dos 27 mandados a serem cumpridos nesta sexta, 17 são em Rondônia, 1 no Acre, 1 no Amazonas, 1 na Bahia, 1 em Brasília, 2 em Goiás, 3 no Rio de Janeiro e 1 na Espanha. O mandado no país europeu foi expedido para que um militar do Exército, residente na Espanha, seja conduzido e ouvido sobre o caso. Na quinta, quando a operação teve início, foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e 129 pessoas foram conduzidas para prestar depoimento, entre elas, o governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), apontado como um dos envolvidos. De acordo com a vice-procuradora-geral da República, Ela Wiecko, as investigações mostraram que o dinheiro do esquema abasteceu a campanha do governador, eleito em 2010 e reeleito neste ano.

Após ser levado à sede da Polícia Federal nesta quinta para depor, sem ser detido, e prestar esclarecimentos por cerca de seis horas, Confúcio disse, em coletiva à imprensa, que será duro e enérgico na exoneração dos nomes investigados na operação, tão logo haja mínimas comprovações de envolvimento no crime. Segundo a apuração da PF, empresas interessadas em participar de licitações do governo de Rondônia eram obrigadas a fazer doações a campanhas eleitorais.

Na quinta, também foram cumpridos mandados de busca em oito secretarias de estaduais de Rondônia, onde foram encontradas irregularidades em processos de licitação. Nas sedes das pastas de Saúde, Justiça, Educação, Desenvolvimento Ambiental, Assistência Social, e Obras e Serviços Públicos, localizadas em Porto Velho, foram apreendidos documentos, processos administrativos, notebooks, mídias e agendas. O material será analisado pela superintendência da Polícia Federal de Rondônia.

Quanto aos quatro envolvidos que foram detidos, a PF não divulgou oficialmente os nomes dos presos. A Polícia Federal informou apenas que dois deles estão em Porto Velho, na Penitenciária de Médio Porte, o Pandinha, um em Ji-Paraná, no Presídio Agenor Martins de Carvalho, e o outro em Brasília, no Complexo Penitenciário da Papuda. Os quatro ficarão detidos até a próxima segunda-feira (24), quando vence o prazo da prisão temporária. Caso seja necessário, a PF pedirá a prorrogação da prisão ao Ministério Público.

Leia mais...

Uma em cada três mulheres no mundo é vítima de violência conjugal, adverte a Organização Mundial da Saúde (OMS) em uma série de estudos publicada nesta sexta-feira (21) na respeitada revista médica The Lancet.

Apesar da maior atenção dada nos últimos anos à violência contra mulheres e meninas, esta ainda se mantém em níveis "inaceitáveis", segundo a OMS, que considerou insuficientes os esforços feitos.

Em todo o mundo, entre 100 e 140 milhões de mulheres jovens e adultas sofreram mutilações genitais, e cerca de 70 milhões de meninas se casaram antes dos 18 anos, frequentemente contra a sua vontade, enquanto 7% das mulheres correm risco de ser vítimas de estupro ao longo da vida, destacaram os autores destes estudos. A violência, "exacerbada durante os conflitos e as crises humanitárias", têm consequências dramáticas para a saúde mental e física das vítimas, acrescentou a OMS.

"Nenhuma varinha de condão poderá suprimir a violência contra as mulheres. Mas temos provas de que são possíveis mudanças na mentalidade e no comportamento, e estes podem se realizar em menos de uma geração", explicou Charlotte Watts, professora da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres.

Leia mais...

 

Uma quadrilha com mais de 10 homens invadiu, na madrugada desta sexta-feira (21), a cidade de Canudos, que fica a 350 quilômetros de Salvador, e explodiu o cofre central de uma agência bancária. Segundo informações do delegado Miguel Vieira, da 25ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Euclides da Cunha), os bandidos chegaram na cidade fortemente armados e causando pânico à população.

O crime aconteceu por volta das 2h, no centro da cidade. Antes de ir até a agência do Banco do Brasil, parte da quadrilha montou um cerco na frente do 5º Batalhão da Polícia Militar e na região da casa de um investigador da Polícia Civil da cidade. "Eles chegaram em um Toyota Hilux,  um Fiat Strada e duas motos. A população contou que eles estavam armados com fuzis e pistolas", disse  Vieira.

Ainda de acordo com o delegado, os suspeitos quebraram as portas de vidro da agência com tiros e usaram explosivos para abrir o cofre central. Eles fugiram levando dinheiro que havia no local. O valor roubado ainda não foi divulgado. A agência foi isolada para passar por perícia.

Uma equipe do Grupo Avançado de Repressão a Crimes contra Instituições Financeiras (Garcif) de Jacobina foi encaminhada ao local para investigar o crime. Policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Caatinga) realiza buscas na região para tentar localizar os bandidos. Ninguém foi preso. iBahia - Foto: Facebook/Canudosvip Noticias

Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, teve contas bloqueadas pela justiça

A Justiça Federal vai buscar nos bancos de países como Suíça, Alemanha, Holanda, China, Estados Unidos, Canadá, Peru e Uruguai a "verdadeira fortuna" que teria sido desviada pelo esquema de corrupção na Petrobras investigado pela operação Lava Jato. Por decisão do juiz federal Sérgio Moro, foram bloqueados em contas no Brasil R$ 47,8 milhões em nome dos acusados e de empresas ligadas a eles, valor abaixo do previsto pelas autoridades.

As contas pertencem a 14 executivos de empreiteiras sob investigação, ao ex-diretor de Serviços e Engenharia Renato Duque, ligado ao PT, e ao empresário Fernando Antônio Falcão Soares, o Fernando Baiano, apontado como operador do PMDB. Três empresas ligadas a esses dois investigados também são alvo do bloqueio.

A Justiça Federal conseguiu bloquear R$ 3,2 milhões em uma conta de Duque. Outros R$ 8,5 milhões estavam em nome de duas empresas de Fernando Baiano, e R$ 10,2 milhões pertencem ao presidente da UTC Engenharia, Ricardo Ribeiro Pessoa. Para a Polícia Federal, ele é o coordenador do "clube" de empreiteiras que formaram um cartel para fraudar contratos com a estatal.

O maior volume de dinheiro foi encontrado em cinco contas do empreiteiro Gérson de Mello Almada: R$ 22,6 milhões. Almada é vice-presidente da Engevix Engenharia. Moro determinou o embargo de até R$ 20 milhões nas contas brasileiras dos acusados. Parte estava com contas zeradas ou com valores irrisórios. Por isso, há suspeitas de que alguns investigados foram alertados com antecedência e fizeram movimentações financeiras a fim de burlar o bloqueio judicial.

Agora, as autoridades federais da operação Lava Jato vão buscar a identificação das contas mantidas fora do Brasil para fazer acordos de cooperação internacional e tentar, com isso, o bloqueio legal desses valores.

Leia mais...

Subiu para oito o número de mortos em um acidente entre dois veículos na manhã desta quinta-feira, 20, na altura do km-45 da BR-101, próximo ao município de Esplanada. Uma adolescente de 15 anos não resistiu aos ferimentos e morreu no começo da noite, por volta das 18h, no Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas, distante a 124 km de Salvador. O nome da vítima não foi informado pela unidade de saúde. De início, quatro ficaram gravemente feridas.

O acidente aconteceu numa área da rodovia que fica a 200 km da capital baiana. Entre as vítimas estavam três crianças, alunos da Fundação José Carvalho, localizada na cidade de Entre Rios, informaram os policiais. As crianças foram identificadas como Camille de Sena Santos, de 12 anos, filha de Ironildes, Maisa Pereira Santos, 12, e Ronilson Santos Coutinho, 14. O motorista, Alex Santos Sales, 40, e a mãe de uma das crianças mortas, Ironildes Santos de Sena Santos, 43, passageira de um dos veículos, também morreram.

O outro carro envolvido no acidente era um táxi que transportava três pessoas. Duas passageiras morreram no local, idosa, Maria José dos Santos Pereira, 66, e a filha dela, Rita de Cássia Pereira dos Santos, 40. O condutor do táxi, José dos Santos Pereira, e os outros feridos foram levados para o Hospital Dantas Bião. O estado de saúde dos sobreviventes não foi divulgado.

Cerca de sete unidades do Serviço Móvel de Urgência (Samu) foram encaminhadas para o local. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Conselho Tutelar, taxistas e populares ajudaram no socorro às vítimas. A Tarde - Foto: Daniel Miller e Pedro Reis | Portal Esplanada News/Reprodução

A cada três minutos, um homossexual sofre algum tipo de violência no Brasil. Nos últimos quatro anos, o número de denúncias ligadas à homofobia cresceu acima dos 600%. Segundo números obtidos pelo jornal "O Estado de S. Paulo", o Disque 100, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDHPR), registrou 1.159 casos em 2011. Neste ano, em um levantamento até outubro, os episódios de preconceito contra gays, lésbicas, travestis e transexuais já superam a marca de 6,5 mil denúncias.

Os jovens são as principais vítimas dos atos violentos e representam 33% do total das ocorrências. A cada quatro casos de homofobia registrados no Brasil, três são com homens gays. Estudante de Direito na USP, André Baliera, de 29 anos, foi espancado em 2012 por dois homens no bairro de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Ele voltava a pé para casa pela Rua Henrique Schaumann quando dois jovens o ofenderam por causa de sua orientação sexual. Depois de uma discussão, acabou agredido pela dupla.

“Nos primeiros dias, não saía de casa. Fui ao psiquiatra, tomei remédios e fiquei seis meses sem passar na frente do posto em que fui agredido”, conta Baliera. Quase dois anos depois, receio e medo ainda estão presentes no dia a dia, assim como o preconceito. “Em junho deste ano, estava com meu namorado assistindo a um filme em Santos e fomos xingados de ‘viados’ dentro do cinema. Chamei a polícia na hora”, disse.

Para a SDHPR, o crescimento das denúncias é um fator positivo para combater a violência homofóbica. A coordenadora da área LGBT, Samanda Freitas, diz que o desafio é apurar os crimes. “Precisamos melhorar o atendimento desses casos e isso passa por um treinamento dos policiais para que identifiquem os crimes de ódio LGBT e investiguem com o mesmo cuidado que as demais ocorrências”, afirmou.

Cerca de 26% dos casos acontecem nas ruas das grandes cidades. Em 2007, a transexual Renata Peron voltava de uma festa com um amigo quando nove rapazes os cercaram na Praça da República, centro da capital paulista. Trinta minutos de violência foram tempo suficiente para chutes, socos, xingamentos, três litros de sangue e um rim perdidos por Renata. “Ninguém foi preso e fica um sentimento de pena. Nem bicho faz essas coisas. Passei seis meses fazendo terapia para entender a razão de ter sido agredida.”

Leia mais...

 

A moradora de São Gonçalo dos Campos, a 100 km de Salvador, condenada a pagar uma multa em maio deste ano por ter traído o ex-marido, desistiu de assinar o acordo judicial. A decisão foi divulgada na tarde da última terça-feira (18), no Fórum do município.

O processo, que chegou a ser incluído na Semana Nacional da Conciliação pelo juiz José Brandão, titular da Comarca, parecia ter chegado ao fim quando a acusada concordou em pagar a indenização ao ex-companheiro em 90 dias. Quando descobriu que a multa já estava no valor R$ 110 mil, ela desistiu do acordo.

Como houve recusa por parte da mulher de assinar um acordo, os bens dela serão penhorados para garantir que o valor será pago. O valor determinado pela Justiça, de R$ 50 mil, chegou a R$ 93 mil com juros e correções. Atualmente, a multa gira em torno de R$ 110 mil.

Entenda o caso

Em novembro de 2013, a Justiça de São Gonçalo dos Campos condenou uma mulher a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais por ter escondido do marido, por mais de 20 anos, que a filha que ele registrou era na verdade de outro homem.

O casal já estava separado quando o marido, um pecuarista aposentado da cidade, começou a desconfiar que a moça, que está com quase 30 anos, não era sua filha, por conta de comentários maliciosos que ouvia de outros moradores. A defesa do ex-marido alegou que ele estava sendo humilhado com as chacotas de que era alvo por conta da traição da ex-mulher.

De acordo com o advogado Luís Sérgio Oliveira da Fonseca, o processo corre desde 2009, quando seu cliente procurou uma negativa de paternidade em relação à filha da ex-mulher, e acumulou com processo de danos morais.  Um exame de DNA comprovou que de fato a moça não era filha do pecuarista. Com o resultado do DNA, o ex-marido buscou a Justiça também pare retirar seu nome da certidão de nascimento da moça que achava ser sua filha. iBahia - Foto: Divulgação

 

O motorista Carlos Roberto dos Santos, de 55 anos, denunciado ao Conselho Tutelar pela enteada, da qual abusava sexualmente desde os nove anos, foi preso, na madrugada desta quarta-feira (19), em Juacema, distrito de Jaguarari, distante 403 quilômetros de Salvador. Carlos estava com prisão preventiva decretada pela Justiça e já foi encaminhado ao sistema prisional.
 
Ouvida na Delegacia Territorial (DT) de Jaguarari, a adolescente de 16 anos afirmou que o padrasto é pai de sua filha, de dez meses, e que os abusos começaram quando a família residia em São Paulo. Segundo a delegada titular Eliza Padilha, já foram colhidas amostras de sangue para exame de DNA, que confirmará a paternidade da criança.
 
A mãe da denunciante também foi ouvida e afirmou não saber dos abusos, embora compartilhasse o mesmo imóvel com o marido e a filha. O envolvimento dela no crime está sendo investigado. Carlos Roberto, que nega a acusação, foi autuado por estupro de vulnerável. Fonte: Ascom / Foto: Polícia Civil

Fernando Baiano quando chegava no IML de Curitiba para realização de exames

Coube ao advogado Mario de Oliveira Filho a declaração mais polêmica concedida desde a última sexta-feira, quando 23 pessoas foram presas por suspeita de participação em fraudes da Petrobras, na sétima fase da Operação Lava Jato.

Defensor de Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, e também de executivos da Iesa, ao comentar a corrupção na estatal, ele disse que “composições” nas relações entre o setor público e o privado acontecem corriqueiramente no Brasil.

— Acontece uma coisa muita curiosa que eu acho que ninguém percebeu. O empresário, se por ventura faz uma composição ilícita com algum político para pagar alguma coisa, se ele não fizer isso, e quem desconhece isso desconhece a história do país, não tem obra — disse, exemplificando a seguir.

— Vocês podem pegar uma prefeitura do Interior e uma empreiterinha com quatro funcionários, se ele não fizer acerto, não coloca um paralelepípedo – afirmou Oliveira Filho, enquanto aguardava o depoimento de Fernando Baiano, que acabou cancelado nesta quarta-feira e transferido para sexta.
O advogado ainda afirmou que os empresários são vitimas de um processo viciado.

— O que está aparentemente demonstrando os empresários que são os vilões, na verdade, também são grandes vítimas de um esquema que esta na cultura do país. Onde você vai, tem problema. É um problema estrutural de governo que alguém tem de ver — afirmou.

Fonte: Zero Hora - Foto: Revista Veja/Reprodução

 

Um adolescente de 16 anos foi apreendido na terça-feira (18) após confessar ter matado uma missionária norte-americana de 85 anos em Pilão Arcado, distante cerca de 815 quilômetros de Salvador. O crime aconteceu na zona rural do município, na localidade de Nova Holanda. 

De acordo com o titular Arnóbio Soares, da Delegacia de Pilão Arcado, a morte de Marjorie May Browning foi constatada pelos vizinhos na última sexta-feira (14), que sentiram o mal cheiro oriundo da residência da vítima. Acionada, a polícia foi até o local e verificou que a vítima tinha recebido um golpe na cabeça com um pilão. O objeto se encontrava ao lado do corpo da idosa, sujo de sangue. 

Durante as investigações, vizinhos relataram que a casa da vítima já havia sido invadida duas vezes por um adolescente. A polícia identificou e localizou o rapaz, que mora em um município próximo a Pilão Arcado, no Piauí. O delegado solicitou o internamento do adolescente, que já cumpria medidas socioeducativas por outros roubos na região. "Nesta quarta-feira, o Ministério Público deu um parecer favorável e ele será encaminhado a Salvador", explicou Soares. 

Ainda de acordo com a delegacia, Marjorie May Browning  era missionária da Igreja Batista e há 43 anos desenvolvia trabalhos no município. O corpo da missionária foi periciado no Instituto Médico Legal (IML) e enterrado na manhã de segunda (17), no povoado de Nova Holanda. Correio - Foto: Reprodução/TV Bahia

O corpo do vocalista da banda pernambucana Patusco foi encontrado em um matagal, na periferia de Recife, na manhã de terça-feira (18). Dyelson Lima, de 25 anos, foi assassinado com um tiro na nuca. Ele estava desaparecido desde a noite de segunda-feira (17). Documentos e o carro do cantor foram levados. O grupo de samba é sucesso nos Carnavais de Pernambuco.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Recife. A principal linha de investigação seguida pela polícia é a de execução. No meio da tarde, o carro do cantor foi localizado em Olinda na região metropolitana e encaminhado para a perícia. O corpo do cantor está sendo velado em Salvador e o sepultamento está previsto para as 11h desta quarta-feira (19). R7 - Foto: Reprodução/Rede Record

Um homem invadiu na manhã desta terça-feira (18), a agência da Caixa Econômica Federal de Brumado, a 538 km de Salvador, exigindo o pagamento de um suposto prêmio que ele deveria receber da Mega Sena. De acordo com o site Brumado Notícias, o homem que não foi identificado, causou pânico entre os clientes.

Alguns policiais que estavam fazendo ronda pelo local foram chamados e encontraram o homem descontrolado que ainda tentou agredir os soldados. Segundo as investigações da polícia, o invasor sofre de distúrbio mental e já tinha apedrejado a mesma agência em maio de 2013. Recentemente, ele foi acusado de esfaquear os pais e atear fogo na casa da família. O homem foi encaminhado para o hospital da região, tomou calmantes e foi conduzido à delegacia com o mesmo canivete usado na abordagem. iBahia - Foto: Brumado Notícias

A Miss Honduras Mundo 2014, María José Alvarado, 19 anos, e a sua irmã Sofía Trinidad, 23 anos foram encontradas mortas em uma aldeia do país na manhã desta quarta-feira (19). Elas estavam desaparecidas desde o dia 13 novembro, quando foram vistas pela última vez em uma festa de aniversário na região.

Autoridades locais informaram que os corpos das irmãs foram encontrados na ladeia de Cablotales, em Santa Bárbara. Eles estavam enterrados no local. Segundo o jornal La Tribuna, o chefe da polícia local confirmou que o namorado de Sofía, Antonio Ruiz Plutarco, foi um dos autores do crime.



A Miss e a irmã estiveram em Santa Bárbara na comemoração do aniversário de Plutarco. Ele foi preso na terça-feira (18), junto com um outro homem, Aris Valentín Maldonado. Os dois são acusados de cometer o crime de cárcere privado, e estão sendo investigados por participação na morte das irmãs.

A mãe das irmãs Alvarado, Teresa Muñoz, já tinha pedido que as autoridades investigassem Plutarco, já que o namorado da filha foi uma das últimas pessoas a ter contato com elas antes do desaparecimento. No seu site, a modelo se descrevia como uma aspirante a diplomata que gosta de jogar vôlei. No domingo, María José Alvarado não compareceu à prova do vestido que usaria durante o concurso, que começou ontem (18) e terá a grande final no dia 14 de dezembro. Correio - Foto: Reprodução/Facebook

O advogado Celso Vilard, que representa os executivos da Camargo Corrêa João Ricardo Auler e Dalton dos Santos Avancini, disse ao G1 que orientou os clientes a ficarem calados durante o depoimento prestado nesta quarta-feira (19) na sede da Policia Federal (PF), em Curitiba. "Foi uma prisão preventiva que eu jamais vi na vida em 25 anos de profissão. Uma prisão preventiva decretada sem nenhum elemento novo e de uma maneira antecipada". O advogado disse ainda que os clientes vão colaborar com as investigações. "Mas isso só vai acontecer após a defesa ter ciência dos termos, que é o mínimo", afirmou.

João Ricardo Auler é presidente do Conselho de Administração da empresa, já Dalton dos Santos Avancini é presidente da Camargo Corrêa. Eles se entregaram no sábado (15) na Polícia Federal em São Paulo após a deflagração da sétima fase da Operação Lava Jato que teve como foco executivos e funcionários de empreiteiras suspeitas de organizarem cartel para a participação de licitações e pagamentos de propina para agentes públicos. A nova fase abrangeu nove grandes empreiteiras, que mantêm contratos com a Petrobras que somam R$ 59 bilhões. Parte desses contratos está sob investigação da Receita Federal, do MPF e da Polícia Federal. Ao todo, 24 pessoas foram presas durante esta fase da operação. Globo - Foto: Reprodução

Fernando Soares, lobista conhecido como Fernando Baiano, acaba de se entregar na superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Ele é acusado por delatores de cobrar propina de obras na Petrobras para o PMDB, e procurado pela polícia desde a operação que resultou na prisão de uma dezena de envolvidos na semana passada.

Fernando Soares é suspeito de ser o elo entre o PMDB e esquema de corrupção na Petrobras. Na segunda-feira (17), Mario de Oliveira Filho, advogado de Baiano, disse que seu cliente é usado como "bode expiatório" e sua prisão "não tem sentido", como informa a Folha de São Paulo. Baiano estava escondido em São Paulo desde a última sexta-feira (14). 
 
Fernando é ex-morador do bairro da Barra, em Salvador, e adepto do surf. Nascido numa família de classe média, frequentou escolas renomadas na capital. Entre os amigos era conhecido como 'índio'. 
 
Adarico Negromonte Filho, irmão do baiano Mário Negromonte, ex-deputado federal e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE), é o único foragido entre os 25 investigados pela operação com prisão decretada.

Na tarde desta terça-feira (18), o filho de Pelé, Edson Cholbi Nascimento, o Edinho, foi mais uma vez preso. O ex-goleiro terá de cumprir a pena de 33 anos e 4 meses por conta de lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas.

Ex-jogador e atual preparador de goleiros do Santos, Edinho foi condenado à pena ainda em julho. No entanto, o filho do 'Rei' do futebol ficou uma semana atrás das grades e acabou libertado para aguardar o julgamento em liberdade.

Outros quatro réus, além de Edinho, receberam penas idênticas. Dentre eles o traficante Naldinho, que era o chefe da operação, está desaparecido há mais de cinco anos e é considerado foragido. Bocão News

 

Um idoso morreu engasgado com a própria dentadura, após uma briga em um bar, localizado em uma zona rural de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. De acordo com informações da delegacia, o caso ocorreu no distrito do Batuque. A vítima foi agredida após uma discussão no estabelecimento e ficou engasgado com a dentadura. A polícia não soube informar as circunstâncias da briga, e não divulgou mais informações sobre o caso. 

Segundo informações da imprensa local, a vítima foi atingida por um soco na boca depois de brigar com o proprietário do estabelecimento. A prótese dentária quebrou e a vítima ficou engasgada.

O idoso foi socorrido pelo Samu (Serviço Atendimento Móvel de Urgência), e encaminhado para o Hospital Municipal de Belo Campo, mas não resistiu e morreu.  O corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Vitória da Conquista. R7

A Câmara Municipal de Indiara, no sul de Goiás, abriu uma comissão para acompanhar o inquérito da Polícia Civil que investiga uma denúncia de estupro coletivo na cidade. Uma adolescente de 17 anos afirma ter sido abusada sexualmente por cinco homens, dentre eles o vereador Jean de Castro (DEM), que é vice-presidente da Casa.

Na segunda-feira (17) o parlamentar afirmou na Câmara que as acusações “não têm nenhum fundo de verdade”. No texto de Jean de Castro, divulgado na Casa, ele afirma que no atual momento ainda não consegue provar que não tem participação no caso.

“Tudo leva a crer que algumas poucas pessoas da sociedade, aliadas a grupo político adversário, alimentam as levianas acusações em busca de manchar a minha imagem e da minha família”, diz o texto.

Procurado pela reportagem, Jean de Castro não quis gravar entrevista. Os demais suspeitos são o irmão dele, Leandro de Castro, além de Luciano Maurício, Guilherme Rodrigues e Eder Souza. O advogado que representa os investigados também não quis dar declarações e afirmou que os clientes irão falar no momento oportuno. Segundo a vítima, eles cometeram o crime no dia 9 deste mês durante uma festa na casa de Leandro, com quem ela tinha um relacionamento.

Festa

A adolescente afirma que, enquanto mantinha relação sexual com um dos suspeitos em um dos quartos da residência onde ocorria a festa, os outros quatro homens entraram e a abusaram sexualmente.“Eles me morderam, me bateu de chinelo, me deu tapa (sic)”, conta a jovem.

Ela crê que o estupro já tinha sido planejado pelos suspeitos porque eles falavam entre si sobre “seguir um esquema” durante o evento. A jovem relata ter sofrido mudanças drásticas na rotina após ter denunciado o caso.

“Eu não estou nem saindo de casa por causa disso, nem de dia eu estou saindo. Saio daqui só acompanhada com o Conselho [Tutelar]. Eu não estou fazendo mais nada do que costumava fazer”, conta.

Segundo o delegado Queops Barretos, exame de corpo de delito feito no Instituto Médico Legal (IML) constatou o estupro. Os suspeitos deverão ser ouvidos nesta semana, após o depoimento de testemunhas que estavam na festa. Também serão ouvidas amigas da vítima que a viram após o caso. globo.com - Foto: Reprodução

Dez ovelhas morreram após serem atingidas por um raio na madrugada do domingo (16), em Brumado, a 555 quilômetros de Salvador. O caso aconteceu em uma fazenda localizada na zona rural da cidade, na comunidade de Gatos. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Agricultura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente, ainda não há informações sobre se outros animais foram atingidos, nem mesmo sobre os prejuízos do proprietário das ovelhas. "Por conta das fortes chuvas registradas desde sábado, o acesso a algumas zonas da cidade está sendo difícil", informou a secretaria.

Ainda durante o final de semana, o rio que corta a cidade e a barragem de Cristolândia, que abastece todo o município, transbordaram. Por conta disso, alguns pontos de alagamento foram registrados. Apesar do grande volume de chuvas, a secretaria afirma que não há registros de ocorrências graves. 

Em Brumado, o tempo permanece chuvoso, com céu encoberto nesta segunda-feira (17). De acordo com o Climatempo, a previsão para os próximos dias é  de sol com muitas nuvens durante a manhã e possibilidade de chuva durante a tarde e a noite. Correio - Foto: Brumado Agora/Reprodução

O braço direito do ex-diretor de serviços da Petrobras Renato Duque, Pedro Barusco, fechou um acordo de delação premiada com procuradores da Operação Lava Jato e se comprometeu a devolver US$ 97 milhões, o que equivale a R$ 252 milhões atualmente. Duque e mais figuras do executivo de empreiteiras como a OAS e UTC Engenharia foram presos na última sexta-feira (14), quando deflagrada a operação da PF. Barusco escapou do mesmo fim por ter feito o acordo para contar o que sabe em troca de uma pena maior.

Autoridades suíças bloquearam US$ 20 milhões que ele tem em um banco do país. Ambos são apontados pelos investigadores da Lava Jato como os principais operadores do PT na Petrobras no período entre 2003 a 2012. Um relatório da Polícia Federal da última fase da Operação Lava Jato aponta que as doações legais feitas pelas empreiteiras envolvidas nos escândalos às campanhas eleitorais, ou “caixa um”, podem ser fruto de lavagem de dinheiro. Somente o PSOL não teve parlamentares ou diretórios cujas campanhas foram financiadas pelas empresas mencionadas. As informações são da Folha de S. Paulo.

Cafe beira rio
Abreu